INSIRA SEU EMAIL PARA RECEBER GRATUITAMENTE DICAS, INFORMAÇÕES E NOVIDADES

terça-feira

Entrevista - Como vivem as pessoas de vida dupla

Olá todos... após um "breve" recesso :-)

O portal UOL publicou a reportagem "Como vivem as pessoas de vida dupla". Abaixo a entrevista completa concedida à jornalista Heloísa Junqueira de Noronha:

- O que você acha que motiva muitas pessoas, hoje em dia, a ter "vida dupla", ou seja, exercer mais de uma atividade profissional (podem ser as 2 no mesmo dia, ou uma durante a semana e a outra nos fins de semana)? Você acha que a questão é meramente financeira ou as pessoas buscam realização pessoal também?


Observo que a maioria busca a realização profissional / pessoal. A remuneração não é suficiente para manter uma pessoa motivada / comprometida o tempo todo; a realização profissional / pessoal precisa acontecer. Há também os indivíduos que se preparam para a aposentadoria, mas infelizmente ainda são poucos os que atentam para esse momento de suas vidas.

 - O que motiva uma pessoa a exercer atividades tão diferentes? Por exemplo: ter um emprego burocrático e dançar/fabricar vinho/fazer drinques?

A meu ver, a necessidade de autorealização. É possível que o indivíduo tenha interesses múltiplos, como o exemplo acima, entretanto será difícil realizar-se em uma só atividade profissional. Vejo também que as questões pessoais e profissionais por vezes podem não se “encontrar”. Por exemplo: um indivíduo que se realiza com atividades matemáticas, lógicas, em seu lazer prefere atividades que mexam com o corpo ao invés do intelecto. Esse mesmo indivíduo pode optar, no futuro, pela segunda carreira como principal, pois “pensar e raciocinar” pode ser muito cansativo. São infinitas as possibilidades, pois cada ser humano é um mundo único!


- Você acha que o trabalho, atualmente, exige muito e as pessoas procuram uma segunda atividade como válvula de escape? Ou como plano B?

Não posso definir o que acontece mais frequentemente, porém acredito em algumas hipóteses principais para a segunda atividade: realização pessoal, realização profissional, complementação financeira, preparação para a aposentadoria, preparação para uma nova carreira.


- Que características emocionais e de personalidade essas pessoas precisam ter para encarar essa vida de malabarista?

Equilíbrio emocional, resistência á pressão e administração de tempo são as primeiras características que me vêm à mente, porque sem elas a atividade principal fica totalmente comprometida. Como ela é o “suporte” para a segunda atividade, isso não pode ocorrer. Outras características essenciais que posso assinalar são: automotivação, autoregulação, capacidade de análise / síntese e resolução de problemas, criatividade, resiliência.


Bjoks e até breve!

Nenhum comentário: