INSIRA SEU EMAIL PARA RECEBER GRATUITAMENTE DICAS, INFORMAÇÕES E NOVIDADES

segunda-feira

Uma reflexão sobre as Olimpíadas


http://www.boston.com


Depois de alguns dias sem postar queria escrever algo sobre as olimpíadas. Foram tantos dias de surpresas, alegrias, frustrações, desânimo, superações. Então hoje me deparei com a newsletter abaixo que recebo semanalmente. É de Ricardo Jordão, um profissional que tem, como uma de suas missões, fazer-nos pensar.

Reproduzo o conteúdo integralmente, mesmo discordando em algumas partes. Ele é um crítico contumaz da mediocridade e com isso eu concordo. Não ajo da mesma forma que ele, tenho outras táticas e estratégias, porém sei que ele conquista suas glórias e resultados com sua maneira muitas vezes ácida de ver as coisas ao seu redor.

A leitura vale, no mínimo, uma análise. Se você concorda ou não, já fez algo importantíssimo: assim como eu, refletiu! Curta um pouco de Ricardo Jordão.

Bjoks e até breve!



Quantos ouros vamos ganhar em 2012?

“Foi uma Olimpíada cor-de-rosa para o Brasil”, Nuzman, presidente do cômite; "Foi uma Olimpíada medíocre para o Brasil; e você, Nuzman, está demitido!", Eu.

Querida(o) Amiga(o),

Para aqueles que PENSAM como verdadeiros campeões, as olimpíadas de Londres começaram no dia 24 de Agosto de 2008, quando um ônibus de dois andares, que caracteriza a cidade londrina, entrou no estádio olimpíco de Pequim com direito a apresentação de Jimmy Page, ex-guitarrista do Led Zepellin e David Beckhman.

Para aqueles que AGEM como verdadeiros campeões, o dia 25 de Agosto de 2008 será dia de PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO.

ALGUÉM, no Brasil, eu espero, eu imagino, terá coragem de reunir os cartolas olímpicos em um sala tupiniquim e desenhar um número mágico em um flip chart; digamos; 25.

25 medalhas de ouro para o Brasil nas Olímpiadas de Londres em 2012.

Impossível?

Em Pequim o Brasil faturou três medalinhas de ouro, a Austrália 14, a Alemanha 16. Eu acredito que 25 medalhas de ouro é um número totalmente possível para um país de esportistas como o nosso. Totalmente possível, se você levar em conta que as favelas do Brasil estão cheias de jovens sem qualquer perspectiva de vida, e que poderiam facilmente se engajar de corpo e alma em programas esportivos. Sem falar de todos os outros bem nascidos, que igualmente tem potencial para fazer qualquer coisa.

O Brasil terminou Pequim 2008 atrás do Quênia, de Belarus (que país é esse????), Jamaica, Romênia e Etiópia, é mole? Etiópia!!!!!! Os caras não tem nem comida na Etiópia e conseguem ganhar mais medalhas que um país cheio de laranja, soja e milho.

Como a gente é ruim, né????

Em Pequim, fomos pequineses!

O país tem dinheiro, tem gente, tem clima, tem tecnologia, tem até alguns lugares abandonados para treinar, mas ninguém consegue colocar tudo isso em um liquidificador para produzir um produto interno bruto capaz de colocar o país entre os G8 do lado corpo são da coisa.

Poxa, será que é tão difícil assim fazer um planejamento estratégico onde partimos de uma meta AGRESSIVA, mas possível, que EMPOLGA, amedronta, e faz os membros da equipe se comprometerem até o fundo da alma?

Eu sei que número mágico em flip chart não resolve nada. Tem que fazer plano.

Então vamos fazer!!!

1. Coloca uns flip charts na parede.
2. Projeta os números dos vencedores das modalidades olímpicas.
3. Cruza com os dados brasileiros.
4. ESCOLHE os esportes onde somos bons.
5. E os esportes onde podemos ARREBENTAR.
6. Faz os cálculos sobre QUANTO TEMPO precisamos para tirar a diferença de performance entre os brasileiros e os gringos. Temos QUATRO LONGOS ANOS para correr mais rápido, voar mais alto e ser mais fortes do que os outros países.
7. Divide a grana que existe entre os esportes que vamos faturar os 25 ouros.
8. Sai na rua na caça de patrocínio para completar a verba.
9. E depois PROMOVA a meta de ganhar 25 medalhas de ouro em 2012 para TODO O BRASIL ouvir.

Imagina uma campanha nacional com televisão, rádio, revistas, eventos e INTERNET, onde o cômite olímpico brasileiro CONVIDA atletas de todo o Brasil a participar de uma super ultra peneira olímpica para descobrir talentos para faturar os 25 ouros que vamos faturar.

Qual empresa não gostaria de vincular a sua marca a uma virada histórica como essa???

TEM GENTE BOA em todos os cantos do Brasil!!!

Eu tenho certeza que vamos descobrir capital humano suficiente para vencer o heptatlo, a esgrima, o levantamento de peso, cara, QUALQUER COISA!!!

Muito provavelmente o futuro campeão dos 110 metros com barreira de 2012 está correndo da polícia nos morros do Rio; com toda a certeza a futura campeã do 3 mil metros com obstáculos está atendendo reclamações de clientes em algum telemarketing safado que tem por aí; o futuro campeão da marcha dos 50 quilômetros está em algum quartel do exército servindo obrigatoriamente o exército brasileiro; e arremesso de peso e dardo?? Tá brincando!!?? Com a galera que temos nas academias, nos portos brasileiros, nas empresas de logística, não teríamos um ultra campeão olímpico para essa prova???

Como a gente é ruim de plano, né?

Será que é tão difícil fazer isso???

Vamos definir uma meta, e fazer a engenharia reversa para chegar lá.

Durante as olimpíadas os atletas disputam mais de 300 medalhas de ouro, será que não somos capazes de ganhar 25 delas?????

Vamos sair da mediocridade brazil!!!!!!

Mas, infelizmente, a realidade é outra, e parece que a turma - satisfeita com o desempenho pequinês - vai continuar tocando o barco sem grandes mudanças.

"Os resultados do Brasil em Pequim mostram a grande evolução qualitativa do nosso esporte. Se você comparar de Atlanta até aqui, verá que eles foram crescentes. Já chegamos com vários recordes: número de atletas, de participação em modalidades e de presença vitoriosa de mulheres, superando largamente as Olimpíadas anteriores. Até este momento (sexta-feira), tivemos 37 finais. Em Atlanta, foram 20. Em Sydney, 22. E em Atenas 30. Praticamente dobramos de Atlanta para cá." Nuzman, presidente do cômite olímpico brasileiro, 23 de Agosto de 2008 para a revista Veja.


Eu e você estamos completamente ferrados com lideranças desse tipo. Gente satisfeita com um resultado medíocre, gente que pensa pequeno, gente que acha que temos tempo para andar devagar. Nuzman, VOCÊ ESTÁ DEMITIDO!!!

O cara tá satisfeito com a "estratégia olímpica do país", as coisas estão dando certo, as coisas estão "caminhando", e um dia, quem sabe, vamos faturar 25 ouros. Para Nuzman medalha é um detalhe...

"Não é a medalha que mostra a evolução. Medalha é conseqüência. Tivemos conquistas inéditas e até impensáveis há algum tempo, como o primeiro ouro na natação, em um ano que os recordes mundiais caíram sem parar, o primeiro ouro feminino no atletismo, as primeiras medalhas femininas no judô e na vela. A equipe feminina de ginástica foi finalista também pela primeira vez. Chegamos ainda à primeira final do vôlei feminino e outras marcas importantes." Nuzman, presidente do cômite olímpico brasileiro, 23 de Agosto de 2008 para a revista Veja.

O importante é competir, o negócio é tomar uma cervejinha, a saída é ter carteira de trabalho assinada, o insight é ser bronze, é isso aí, o negócio é ser medíocre.

Sobre o quanto custou a participação do Brasil nas olimpíadas, o "presidente" da "empresa" que deveria "organizar" a patota que foi para a China, não tem a mínima idéia de quanto custou.

"Eu não sei dizer ao certo quanto custou a participação brasileira nas olimpíadas. Eu não tenho esse valor agora. Isso só será fechado na próxima semana. É preciso separar o que o COB e as confederações recebem. Ainda não sei quanto é. O que posso dizer é que a Petrobrás nos pagou 26 milhões de reais. Dessa importância, aproximadamente 6 milhões de reais foram para o COB e o restante para as confederações. Através da Lei Piva, são repassados no total cerca de 30 milhões de reais por ano. Cada um dá o número que quer. No Pan, não falaram em números absurdos, de chocar, de cair sentado? Não tinham nada a ver com a realidade. Mas não posso fazer nada." Nuzman, presidente do cômite olímpico brasileiro, 23 de Agosto de 2008 para a revista Veja.

EXCELENTE resposta, excelente administrador, realmente, ma-ra-vi-lha.

Eu acredito que todo mundo aqui sabe que se o presidente de uma empresa não tiver um ORÇAMENTO FIXO, e trabalhar em cima de um ORÇAMENTO DETERMINADO para fazer o seu negócio funcionar, a empresa simplesmente vai afundar.

COMO PODE O CARA NÃO SABER QUANTO CUSTOU AS OLÍMPIADAS????

Triste.

Mas o pior de tudo é a resposta que ele deu sobre o salário que recebe como presidente do cômite olímpico.

"Eu não sou remunerado. Pela legislação brasileira, entidades que recebem verbas públicas não podem ser remunerados. Eu até seria favorável, mas não ganho nada. Tenho minhas atividades profissionais como advogado e como sócio de uma empresa de compra e venda de imóveis." Nuzman, presidente do cômite olímpico brasileiro, 23 de Agosto de 2008 para a revista Veja.

Maravilha! O líder olímpico brasileiro não ganha salário.

Daí, se partirmos da premissa que o Nuzman é um cara honesto prá caramba para não desviar dinheiro algum dos cofres públicos para pagar o seu trabalho como presidente do cômite, só sobra imaginar que ele não consegue se dedicar full time ao projeto olímpico brasileiro porque ele precisa ganhar dinheiro ganhando uma causa júridica aqui ou vendendo um apartamento ali.

Maravilha! É com essa estrutura fantástica que vamos ganhar 25 ouros em Londres???

NEM A PAU!!!! Nuzman, eu te dou 60 dias para apresentar um PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO para ganhar 25 medalhas em 2012, se você não for capaz de apresentar um plano desses, RUA, VOCÊ ESTÁ DESPEDIDO!!! Você pensa pequeno, sonha pequeno, briga pequeno, luta pequeno; se você não for capaz de brigar pelo seu próprio salário, jamais será capaz de brigar pelo salário dos ouros.

Ao Presidente Lula eu tenho apenas um pedido. Quando o Nuzman aparecer em Brasília essa semana para tirar foto e posar de galã olímpico com o Cielo e os outros medalhistas embaixo do braço, pergunta para ele: "Companheiro Nuzman, quantos ouros vamos ganhar em 2012?" Eu quero 25 medalhas de ouro em 2012.

NADA MENOS QUE ISSO INTERESSA!!!

QUEBRA TUDO OLÍMPICO!!! Foi para isso que eu vim! E Você?

Nenhum comentário: